Meu Primeiro Seguro - Automóvel

Para todas as suas dúvidas de seguro automóvel, você encontra a solução aqui!

MEU-PRIMEIRO-SEGURODUVIDASINFORMACOESAUTOMOVEL

7/19/202311 min ler

Apólice
Nada mais é que um contrato demonstrando os riscos cobertos pela seguradora e os valores cobrados por isso. Hoje em dia, tudo pode ser feito via celular ou internet... simples e rápido. E você também pode
consultar e imprimir sua apólice 24 horas por dia, aqui em nosso site, de forma simples e gratuita.

Sinistro
Esteja preparado para casos de incêndios, roubos, batidas, amassados, entre outros acontecimentos. Esses momentos ingratos são chamados de sinistro pelas seguradoras e são neles que você mais vai precisar da nossa ajuda. Tudo o que você precisa fazer é entrar com a gente e fazer o aviso de sinistro. Isso pode ser feito pelo telefone.
Mas a Campestre também oferece esse serviço pela internet.

Solução
No contato conosco, você será orientado sobre como deve proceder: levar o carro em um centro de atendimento rápido ou para uma oficina, aguardar o mecânico etc. - Franquia (é o valor que você participa/paga em caso de sinistro de indenização parcial, uma batida, por exemplo) nem todos os seguros cobrem 100% dos riscos e isso é importante saber antes de contratá-los para não ter surpresas. Fique tranquilo! Em caso de roubo/furto [indenização integral] você não precisa pagar nenhum valor de franquia.

Descontos & Benefícios
Não se esqueça, porém, de que alguns seguros possuem descontos e benefícios disponíveis para você cliente. Por exemplo, algumas seguradoras oferecem descontos em lojas virtuais, estacionamentos, locação de veículos, entre outros. Fora isso, são inúmeros os serviços gratuitos oferecidos. Aproveite a tranquilidade de ter um seguro realizado na Campestre. Agora que você já entende o básico de seguros, fica mais fácil escolher o que é melhor pra você.


Perguntas & Respostas

1-Por que ter um Seguro?
Porque você não quer dar chance ao azar. Um pneu que fura em uma rua deserta, um vizinho barbeiro que amassa seu carro na garagem do seu prédio, um vaso de plantas caindo inusitadamente do céu sobre o capô do seu carro, enchentes que fazem do seu carro um barco à deriva e até uma pedra que destrói seu para-brisa... Você acha que isso foi tirado de alguma ficção? Pois saiba que a realidade pode ser muito mais criativa. Em matéria de seguros, é sempre bom estar preparado para tudo antes que seu caso fique famoso no Youtube.


2-O que um seguro cobre?
Há muitas opções de seguro, mas conhecer aquilo que você necessitará é o que define o melhor seguro para você. Se o seu carro for roubado, você deseja que a seguradora forneça um carro alugado por um tempo? Deseja uma cobertura ampla que pague todas as peças no caso de um acidente? E se você bater no carro de alguém, o seu seguro vai cobrir? Quer assumir parte do risco? Quanto você pretende pagar do seu próprio bolso? A resposta a este tipo de pergunta irá determinar que coberturas farão com que você se sinta mais tranquilo caso ocorra um acidente. Lembre-se também que existem coberturas que podem ser exigidas pelo governo e outras que são opcionais. No caso do Brasil, o DPVAT* é um seguro obrigatório. São muitas as coberturas disponíveis no mercado: responsabilidade civil, incêndio, roubo, colisão, tumultos, enchentes etc.
(*) DPVAT: Esse é o conhecido seguro obrigatório, ou seguro contra Danos Pessoais causados por Veículos Automotores Terrestres. Destina-se a cobrir os riscos de morte e invalidez permanente de qualquer terceiro envolvido em acidente de trânsito, seja outro motorista ou um pedestre, garantindo ressarcimento e pagamento de despesas médicas, dentro de um limite de valor.


3-Quanto custa um seguro de automóvel?
O cálculo desse preço toma como base os riscos de um evento acontecer – acidentes pessoais ou prejuízos materiais, comumente chamados de “sinistros” no mercado de seguros.

Modelo, ano e quilometragem do veículo, cidade onde você mora, onde estaciona o carro, sua idade, etc. Tais dados serão perguntados para você no momento do contato com o corretor e alimentarão programas de cálculos estatísticos, que vão estipular o valor do seguro. Outro fator que altera preços são as opções de coberturas: quanto maior a quantidade de coberturas, maior será o preço. Lembre-se também que algumas coberturas podem ser mais caras do que outras, pois os riscos assegurados são diferentes.

Por último, um ponto de atenção muito importante é a definição da franquia – um valor que você paga no caso de sinistros. Isso quer dizer que, quando você bate com o carro por exemplo, precisa pagar um valor (denominado franquia) e a seguradora arca com todo o restante. Informe-se sobre o assunto quando falar conosco. Não se esqueça também que a todas as seguradoras que a Campestre trabalha, podem oferecer descontos de fidelidade, no caso de renovação de apólices, além de oferecer vantagens a clientes que não tiveram sinistros.


4-O que eu faço caso roubem meu carro?
Siga as instruções abaixo:
• Primeiro passo é acionar a Central de Localização, caso você tenha rastreador/bloqueador contratado ou em comodato pela seguradora.
E em seguida é avisar as autoridades competentes: as Polícias Civil, Militar, ou Rodoviária e realizar o registro do roubo/furto, através de um Boletim de Ocorrência;
• Segundo passo é realizar o Aviso de Sinistro em sua seguradora. Você deve
falar com a nossa Central de Atendimento e passar os dados e informações de como ocorreu o roubo/furto do veículo; ou você pode realizar este Aviso de Sinistro aqui em nosso site, na internet.


5-O que eu faço quando carro batem no meu carro? Bati o Carro o que eu Faço?
- Primeiro coisa que você deve fazer é anotar os dados deste carro que bateu em você / ou que você bateu (exemplo: Placa, Modelo, Cor);
- Em seguida você deve anotar o Endereço (com número ou referencias), Data e Hora de onde ocorreu esta batida;
- Caso tenha pessoas que assistiram a batida, solicite, se possível, nome e telefone destas, para que elas possam ajudar você em uma eventual checagem de informações;
- Logo após
ligue para nossa Central de Atendimento e passe os dados e informações de como ocorreu esta colisão (a batida).
-
Veja mais informações sobre Sinistro de Colisão, clicando aqui!


6-Quando eu mudo de casa/residência eu tenho que informar a Campestre? Por quê?
Qualquer alteração dos dados do segurado do segurado e/ou do principal condutor, como por exemplo: Endereço, CEP de Pernoite, devem ser informados a Campestre e a seguradora imediatamente, para que ajam cobertura em caso de sinistro (roubo/furto e colisões, por exemplo) e/ou para que você possa ser atendido quando desejar utilizar os serviços contratados no seguro (por exemplo: Assistência, Carro Reserva, Guincho, entre outros).


7-Se outra pessoa começar a utilizar o carro eu tenho que informar a Campestre? Por quê?
Qualquer alteração dos dados do segurado e/ou do principal condutor, como por exemplo: Nome, Sexo, Data de Nascimento, Tempo de Habilitação, devem ser informados a Campestre e a seguradora imediatamente, para que ajam cobertura em caso de sinistro (roubo/furto e colisões, por exemplo) e/ou para que você possa ser atendido quando desejar utilizar os serviços contratados no seguro (por exemplo: Assistência, Carro Reserva, Guincho, entre outros).


8-Comecei a usar o meu carro para ir ao meu trabalho, eu preciso informar a Campestre?
Comecei a usar o meu carro para visitar clientes/representação comercial, eu preciso informar?

Sim, qualquer alteração dos dados do segurado e/ou do principal condutor que façam parte do questionário de avaliação de risco (o perfil), como por exemplo as perguntas: Veículo fica somente em casa, veículo tem ou não garagem fechada no trabalho, uso do veículo é passeio/particular, uso o veículo para visitar clientes, devem ser informados a Campestre e a seguradora imediatamente, para que ajam cobertura em caso de sinistro (roubo/furto e colisões, por exemplo) e/ou para que você possa ser atendido quando desejar utilizar os serviços contratados no seguro (por exemplo: Assistência, Carro Reserva, Guincho, entre outros).


9-Se eu vender o meu carro para outra pessoa, este carro vai continuar tendo cobertura pelo meu seguro?
Não, pois houve a concretização da venda do veículo, e este veículo não é mais de sua responsabilidade. E também houve alteração dos dados do segurado do segurado e/ou do principal condutor, como por exemplo: Nome, Sexo, Data de Nascimento, Tempo de Habilitação, CEP de Pernoite. E quando há essas alterações, nenhuma seguradora cobre o veículo informado na apólice. [Conforme as informações que constam nas cláusulas do seguro - as Condições Gerais]


10-Tenho filho(a) com idade entre 18 à 26 anos, e ele(a) começou a utilizar o carro, preciso informar a Campestre?
Sim, qualquer alteração dos dados do segurado e/ou do principal condutor que façam parte do questionário de avaliação de risco (o perfil), como por exemplo a pergunta: Reside e/ou deseja cobertura para pessoas menores que 26 anos, até 2 dias da semana, devem ser informados a Campestre e a seguradora imediatamente, para que ajam cobertura em caso de sinistro (roubo/furto e colisões, por exemplo) e/ou para que você possa ser atendido quando desejar utilizar os serviços contratados no seguro (por exemplo: Assistência, Carro Reserva, Guincho, entre outros).



11-Se eu utilizar um guincho, ou chaveiro da seguradora é considerado sinistro? Vou perder bônus?
Não! Isso são serviços concedidos gratuitamente por qualquer seguradora em todo o território nacional, e estão embutidos na cláusula de
Assistência 24 horas. Se o seu carro quebrou, você perdeu a chave do carro, o pneu furou, ou precisa de um auto elétrico, você pode ligar para os telefones de Socorro 24 horas, que você será atendido gratuitamente. Clique aqui e veja a relação de telefones de para socorro.


12-Se eu instalar um Kit-Gás ou fazer alguma adaptação no veículo, tenho que informar?
Sim assim que instalar ou adaptar você deve nos informar. Qualquer alteração realizada no carro, inclui também veículos zero quilometro ou semi novos, que não estejam presentes na vistoria prévia e/ou que não estejam informados na proposta/apólice; ou que não façam parte da originalidade do veículo quando fabricado: Não tem cobertura em caso de eventual sinistro. (Isso significa que a seguradora pode se recusar a pagar o carro ou consertá-lo em um sinistro)
[Conforme as informações que constam nas cláusulas do seguro - as Condições Gerais]


13-Meu seguro paga/cobre troca de peças, realização de chaves codificadas, manutenção do carro?
Não. Peças, realização de novas chaves, e serviços complementares só são pagos pela seguradora exclusivamente em caso de sinistro com o veículo. Lembre-se! Serviços de manutenção preventiva devem ser realizados regularmente quando necessário, para a sua segurança e dos ocupantes do veículo.



14-Em qual situação é necessário fazer uma vistoria no veículo?
É muito comum nos seguintes casos abaixo, realizar uma vistoria, veja alguns:
- Para realização de um seguro novo
(exceto quando o veículo for Zero Km - será dispensado com a comprovação de Nota Fiscal);
- Renovação com troca de veículo
(exceto quando o veículo for Zero Km - será dispensado com a comprovação de Nota Fiscal);
- Substituição/troca de veículo da apólice
(exceto quando o veículo for Zero Km - será dispensado com Nota Fiscal);
- Renovação com quebra de vigência / fora do prazo de vigência da apólice anterior;
- Aumento ou inclusão de verbas/ coberturas/ clausulas na apólice;
- Comprovação de rastreadores, kit-gás ou outros equipamentos especiais;
Atenção! Cada seguradora tem regras específicas para realização e dispensa de vistorias.



15-É possível incluir dois condutores na apólice?
Nos questionários de avaliação, as seguradoras pedem para informar somente o *Principal Condutor (aquele[a] que pelo menos utiliza 85% do tempo da semana, caso não exista um principal condutor deverá sempre informar o condutor mais jovem ou o de menor idade) Os demais condutores estarão cobertos desde que seja constatada uma eventualidade.


16-O que se entende por 'perda de direito' no Seguro?
Trata-se da ocorrência de um fato que provoca a perda do direito do segurado à indenização, ainda que, a princípio, o sinistro seja oriundo de um risco coberto, ficando, então, a seguradora isenta de qualquer obrigação decorrente do contrato.
Ocorre a perda de direito, nos casos abaixo:
• o sinistro ocorrer por culpa grave ou dolo do segurado ou beneficiário do seguro;
• a reclamação de indenização por sinistro for fraudulenta ou de má-fé;
• o segurado, beneficiários ou ainda seus representantes e prepostos fizerem declarações falsas ou, por qualquer meio, tentarem obter benefícios ilícitos do seguro;
• o segurado agravar intencionalmente o risco.



17-Meu carro sofreu uma enchente/alagamento/chuva de granizo, o seguro cobre?
No caso de automóveis atingidos por enchentes, a água pode entrar no motor, danificando a parte mecânica e elétrica do mesmo. No caso de submersão completa do veículo, muitas vezes há perda total do veículo. Somente a apólice que contempla a cobertura Total ou Compreensiva (Colisão, Incêndio e Roubo) do seguro de automóveis cobre vários eventos: incêndio ou explosão; roubo, colisão, abalroamento, capotagem ou derrapagem; queda sobre o veículo de objeto externo (por exemplo, árvores e postes); alagamento, enchente e inundação, inclusive de veículos guardados no subsolo; granizo e terremoto.
Atente-se!
• Uma cláusula comum nos contratos de seguros de veículos deve ter a atenção dos consumidores: trata-se da cláusula de
perda de direito à indenização devido ao agravamento intencional do risco pelo segurado.
• Assim, por exemplo, o segurado que, na pressa, ao invés de parar o carro e esperar o escoamento natural da água da chuva, resolve arriscar passando com o carro por áreas alagadas e danificar o veículo, pode ter negada a indenização.



18-Meu carro é Financiado/esta no Leasing, para quem a seguradora paga em caso de sinistro?
• Quando você tem o veículo roubado a seguradora 'compra' o seu carro. Tanto é que você vai transferir a propriedade do veículo para a seguradora, por isso mesmo que eles vão exigir toda documentação em ordem (multas, taxas de trânsito, DPVAT, IPVA, etc)
• A seguradora sabendo que seu carro está alienado, vai pedir para você solicite ao seu banco/financeira, e adquirir uma carta onde diz qual o saldo devedor do seu financiamento; Ela vai pagar primeiro ao banco esse saldo, quitando sua dívida.
• Só depois de sair o 'gravame' é que você vai receber um crédito da seguradora [que pode ser um DOC ou TED na conta corrente], descontado lógico a sua dívida do financiamento.
- As multas também devem ser todas pagas ou o seguro pode descontar o valor delas na sua indenização final.
- No caso de Leasing, as seguradoras atualmente pagam todo o valor da indenização ao Leasing, tendo você que verificar se tem algo a receber ou a pagar, com o banco/financeira.



19-Para atendimento à terceiro é necessário pagar a franquia?
Não. Quando o atendimento é apenas para terceiro não existe a cobrança de franquia, a cobrança de franquia só é válida somente para o veículo segurado.
Mas lembre-se! O segurado, perde e deixa de ganhar mais uma classe de bônus na renovação da apólice - não haverá descontos.



20-O que é seguro Carta Verde? Se roubarem meu carro fora do Brasil a seguradora paga?
Carta Verde é: Seguro Obrigatório para Condutores de Veículos Terrestres em Viagens dentro do Território Mercosul.
É o seguro obrigatório para automóveis matriculados no país de origem em viagem internacional no âmbito dos países integrantes do Mercosul.
O que cobre? Essa apólice cobre somente a cobertura de Responsabilidade Civil por danos pessoais e materiais causados a terceiros e não transportados pelo veículo segurado.
(exemplo: Bater em outro carro e/ou ferir outra pessoa)
Por quanto tempo posso contratar? Pode ser contratado pelo período de permanência do veículo no país de ingresso, com vigência máxima de um ano



21-Há risco de uma seguradora decretar falência?
Não! • Primeiro - A Campestre só trabalha com seguradoras e empresas totalmente sólidas e com grande experiência no mercado de seguros. Praticamente hoje no mercado, as seguradoras são multinacionais, quase nenhuma é 100% nacional. Todas elas tem investimentos em mercados futuros, bolsas, aplicações fora do Brasil e também recebem aporte de suas matrizes (da Europa, Estados Unidos ou Japão).
• Segundo - A SUSEP - órgão do governo - regula todas as seguradoras, e fiscaliza mensalmente, os prêmios que foram ganhos, o percentual de sinistro, e também "o saldo em caixa", para pagamento de futuras indenizações.
Além disto todas as seguradoras realizam auditorias, para checar dados e valores, junto a SUSEP e ao Banco Central no Brasil.



22-Como fazer um Seguro Auto na Campestre?
É simples. Preencha as informações necessárias no nosso site, no espaço "Para Você ou Seguros" (clique aqui e acesse agora) Depois disso, será possível preparar um orçamento e, por fim, a apólice do seguro, que é o documento de contrato com a seguradora. Aí é só curtir a tranquilidade e os benefícios que só um seguro de qualidade realizado na Campestre pode proporcionar.


Informações Gerais - Clique aqui e veja mais algumas informações gerais, sobre seguro de Automóvel

Consulte + informações e dicas para Outros Seguros também!

MEU PRIMEIRO SEGURO - Outros Ramos